domingo, 14 de setembro de 2014

Nós esquecemo-nos de falar com as pessoas

Hoje fui lanchar a uma pastelaria e reparei numa coisa que já à muito tempo tinha reparado. Onde houver net, não existe muitas pessoas a falar entre elas.
Estava 5 mesas ocupadas e passo a citar o que faziam:
- Mesa 1: Uma estava uma pessoa sozinha a lanchar,
- Mesa 2: Um grupo de 6 ou 7 pessoas na conversa,
- Mesa 3: Um casal a ler o jornal e a filha agarrada ao tlm,
- Mesa 4: Uma mãe e 2 filhos, todos com o tlm na mão e não vi (estava de frente para eles) uma palavra entre eles,
- Mesa 5: O Aladin também com o tlm na mão a jogar e a lanchar, e eu a lanchar. Entretanto desliga e não pegou mais nele.

Sendo assim, apenas uma mesa e meia (a minha conta por meia) que falavamos (vão) entre si num total de 5 mesas. Eu estou fartinha de resmungar com ele, que quando está comigo pode falar comigo, quando não está, aí sim, pode olhar pra o tlm. Faz-me imensa confusão ver o pessoal sempre com o tlm na mão mesmo estando num grupo a conversar. Fonix lá o raio da net em todo o lado que veio destruir as ligações fisícas entre as pessoas.

A minha pergunta é: O que fazem tanto ao tlm para andar com ele sempre na mão?

2 comentários:

  1. Olha eu ontem fui jantar a um restaurante onde estavam duas amigas,agarradas ao telemóvel,a jantar uma sem a outra...

    ResponderEliminar
  2. É assustadora esta dependência tecnológica!

    ResponderEliminar