quinta-feira, 30 de outubro de 2014

Ida ao hospital

Devido ao meu problema de saúde, ontem foi dia de ir ao hospital fazer exames. Tive lá praticamente toda a manhã a levar injecções de não sei o quê e não me disseram nada da minha saúde. Assim sendo só parao próximo mês  é que tenho consulta na especialidade e aí saberei o que fazer.

terça-feira, 21 de outubro de 2014

Pérola da minha vizinha

Eu e a minha vizinha saimos de manhã quase todos os dias à mesma hora. Eu de carro e ela a pé.. Hoje quando estava já prestes rrancar vejo-a a passar a correr. Como simpática que sou,passei por ela e perguntei se queria boleia. Responde-me ela toda contente e sempre a correr:

- Não, não. Vou correr a pé.

E eu fui correr de carro que já estava atrasada.


sábado, 18 de outubro de 2014

É o que faz ir trabalhar cedo.

Cheguei ao trabalho, piquei cartão, passei pela máquina do café e estavam 3 colegas, disse bom dia, pousei a minha lancheira, saí, cumprimentei um colega, dei 3 passos para ir para o escritório virei-me para trás e cumprimentei os outros 2. Já estavam prontos para me mandar um bitaite mas antecipei-me. Ufffaaa.
Nunca me tinha acontecido semelhante.
É normal eu não estar com cara de muitos amigos de manhã cedo, mas cumprimentar pela metade nunca me tinha acontecido semelhante coisa.

Se me saisse o euromilhões isto nunca aconteceria.... também não trabalhava.

domingo, 12 de outubro de 2014

Hoje era o dia, ERA....

Sabem quando estamos bem dispostas, com paciência para ir às compras, para tirar e vestir roupa, escolher o que mais gostamos, com paciência para esperar nas filas e até gostar muito de uma coisa e estar disposta a pagar mesmo achando caro e até porque uma vez não são vezes e sabem o que aconteceu? Vim de mãos abanar. Ir com homens às compras é uma m$r&a. Fogo, c'a nervos pá.

quinta-feira, 2 de outubro de 2014

Continuas a gostar dele?

No outro dia alguém me perguntou:
- Continuas a gostar do Aladino da mesma forma?
Eu:
- Claro que sim.
O que é certo é que esta pergunta inesperada pôs-me a pensar. Já passou 2 anos que a nossa relação levou um abano gigante. Muito choro, muita desilusão, muita mágoa mas continuamos juntos, muitos fins de semana sem estar juntos e muitas discussões é assim que temos vivido. Promessas para mudar de vida, começar uma nova vida mas uma coisa é falar outra é fazer. Muitos trambolhões e ainda assim juntos. Mas nem todas as relações duram muito tempo assim. E esta, não é excepção. Chega a uma altura que desistes de lutar, chega a um ponto que não tens mais forças para lutar nem motivos. Chegas a um ponto que estás a lutar sozinha e.... Chegas a um ponto que deixas o barco ir, porque ele irá a algum lado. Ou será salvo o afundar-se-à.
Agora a resposta ao título do post:
- Continuas a gostar dele? Eu: - Sim.
- Continuas a amá-lo? Eu: - Não.