domingo, 29 de junho de 2014

Neste momento era o que me apetecia.


Combinações estranhas, ou não

Sei que não sou a primeira nem serei a ultima e quando faço isso aqui em casa ficam cara de caso. Serei a única que gosta de comer batatas fritas de pacote com queijo e fiambre? Muitas vezes estendo uma fatia de queijo, outra de fiambre e ponho as batatas no meio, enrolo tipo canudo e como. Há alturas que se não tivesse a certeza absoluta que não estou grávida, dizia que estava grávida. Dá-me muitas vezes desejos de batatas fritas.

sexta-feira, 27 de junho de 2014

Trabalhar em grupo

Aqui me confesso, não gosto de trabalhar em grupo. O meu grupo é constituído por mim e mais 2 pessoas e eu baralho-me toda. Sou muito "egoísta". Parece que quando alguém me pergunta alguma coisa a primeira coisa que penso é: Estás a controlar-me? (Penso e sei que tem 90% de verdade). Também um dos motivos é o controlo. Quando um faz asneira, somos logo chamados atenção (pelo chefe) mas quando esse faz asneira já chegou a acusar uma colega por um erro dele. Ela ficou parva e eu,.... também.

segunda-feira, 23 de junho de 2014

A nova geração

A nova geração da minha família, agora só dão rapazes e ontem nasceu mais um. Apesar de prematuro tudo correu bem para a minha prima e para o bebé.
Adoro-te prima, pena é estarmos longe uma da outra. Bem vindo baby.

Daqui: Pinterest

sexta-feira, 20 de junho de 2014

Colegas de trabalho

Todos temos colegas de trabalho que são assim um cabeça de vento, distraídas, desnorteadas, exageradas, chatas, faladoras, teimosas, certo? Então imaginem o que é isso tudo numa só pessoa. Ontem, foi um dia muito animado no escritório, foi de mais. Algumas pérolas que foram ditas, pela mesma pessoa.
- O euro mundial no Brasil"?!?!?!?,
- O Brasil fica em África,
- Os Estados Unidos é um continente.
- Na Coreia fala-se corriano. 
 

terça-feira, 17 de junho de 2014

Ser mãe

Há uns anos atrás não pensava nisso nem sequer dizia quantos filhos queria ou se preferia rapaz ou rapariga. Apenas dizia que queria ter filhos. Pelo menos um sei que queria, quanto ao segundo ou terceiro dependia como corresse a vida. Os anos foram passando, estou mais velha, sei o que quero e quem quero que faça parte da minha vida. Como disse, os anos passam e vejo os amigos, os conhecidos, a casarem e a ter filhos e aquilo que mais penso até porque o meu Aladin já me tem pedido muito, quer um bebé, um fruto do nosso amor. São 11 anos de namoro, onde os nossos pais (mais os dele) pedem um neto. O primeiro neto da familia. Eu também quero muito, até porque derreto-me toda com a minha afilhada com 10 meses, mas ao mesmo tempo tenho medo da vida, do futuro, do amanhã. Sei que o momento certo não existe, mas eu tenho medo. A vontade é grande, mas o "mas" e o "se" metem-se na minha cabeça.
Antes de ter um bebé gostava de viver mais coisas, mas sei que com um filho essas mesmas coisas também podem ser vividas e de uma forma mais especial e diferente. Como o Aladin diz, eu penso demasiado nas coisas e só penso no lado negativo, não que um filho tenha um lado negativo. Tenho medo de financeiramente não conseguir sustentar uma família, mas depois também penso que há pessoas em pior situação que eu e conseguem porquê que eu não conseguirei? Também penso em coisas que nós sonhamos em fazer e que com um filho ficamos mais limitados, temos de fazer de forma diferente....

Tudo isto para dizer que quero um filho. Um filho eu quero, agora o casamento ( a festa), isso não.

domingo, 15 de junho de 2014

Estou com desejos disto


Compras

Hoje era um bom dia para ir às compras. Já não compro nada de roupa desde os saldos, ou seja, dois kispos. Neste momento o que precisava mesmo era umas t-shirts, calças, umas sandálias rasas.... Com o calor que está nem apetece fazer alguns quilómetros quentes. Depois toda suada e andar a tirar e a vestir roupa mais vale ficar na fresquinha. Assim vai-se adiando e os euros mais na carteira.

domingo, 8 de junho de 2014

Triste este mundo em que vivemos.

É um assunto tão cruel, bárbaro, horroroso, perverso, perigoso, mau, difícil, vergonhoso, desumano, odioso, feroz, frio, medíocre, maldoso, reles, catastrófico, desastroso, grave, fatal, triste, trágico, bruto, terrível, descabido, custoso,.... que apenas vou deixar que vocês vejam aqui, aqui e aqui. É um país de m#$da este em que vivemos.
Estamos no século XXI, quando é que nós mulheres iremos ser respeitadas neste mundo.

Quem tem uma mãe tem tudo

Não sou pessoa, nem nunca fui, de dizer aos meus pais "gosto muito de vocês" ou "amo-vos muito" mas hoje quero deixar um agradecimento muito especial à minha mãe. Obrigado por estares sempre aqui comigo. Obrigado por estares sempre a meu lado. Obrigado por não me deixares desistires. Obrigado por teres sempre uma palavra de apoio e incentivo. Um grande OBRIGADO. Apesar de teres tido só uma filha, eu, és muito mais do que uma mãe para uma pessoa que infelizmente esquece-se que foste tu que a criaste e te tem desiludido. Apesar de tudo eu estou do teu e a teu lado e que nunca te vai abandonar. Obrigado mãe. 

Já agora também te digo: Hoje é o teu dia. 

Parabéns. 

P.S. Desculpa o meu mau feitio.

quarta-feira, 4 de junho de 2014

Virose ou lá o que é

Supostamente, neste dia e a esta hora devia estar a trabalhar mas não, estou em casa. E perguntam vocês porquê. Porquêêêêê? porque devo ter apanhado uma virose que não aguento de dores de barriga. Já vomitei, já tive conversas secretas com a sanita e ando a cházinho. Desde o inicio da semana que ando assim. Durante a noite é um filme para dormir porque só consigo de barriga para baixo e de lado e é exactamente nessas posições que não consigo estar. Oh sorte.