quinta-feira, 3 de setembro de 2015

Podemos falar no facebook??

Acontece cada aventura que às vezes nem sei se é bom ou mau. Se é o destino.
Quando fui de férias, fui de comboio. Não havia necessidade de ir de carro, porque numa zona à beira-mar na altura do verão e sem garagem, não é fácil mesmo nada fácil arranjar sítio para estacionar. E quando há, é looooonnngggeee de casa. Continuando, entrei no comboio e sentei-me no primeiro banco livre que vi. Ao lado estava um rapaz, por volta dos 30/35 anos. Vem o revisor, digo para onde vou, pago, recebo o bilhete e entretanto o rapaz começa a fazer perguntas. Se vou para "X", se sou de lá ou se sou de onde entrei, se vou em férias, se trabalho ou estudo, que vai para "Y",... esse tipo de perguntas. Depois de interrogatório feito, calou-se e adormeceu. Durante a viagem peguei no telemóvel e fui ao facebook e andei por lá....
.....
.....
.....

Estavamos a chegar ao destino "Y", como ele estava a dormir ,e como eu gostaria que me fizessem para depois não andar para trás, acordei-o e disse que estava no seu destino. Diz-me ele:
- Não vou sair aqui. Só saio em "Z".
Fiquei com cara de parva. Azar o meu, começou outra vez com perguntas.
Estava eu a chegar ao meu destino, diz-me ele: - Vi que tens facebook.
Eu: Tenho, sim.
Ele: Não me queres dar para continuarmos a falar?
Eu: Não, porque só adiciono quem conheço.
Ele: Mas assim podiamos falar.
Eu: Desculpa, mas só adiciono pessoas que conheço.
Ele: Tens namorado?
Eu: Mais ou menos (não tenho).
Ele: Ok. Desculpa então.
Calou-se.

Cheguei ao meu destino, disse-lhe boa viagem e sai do comboio.

Acontece-me cada uma.

Sem comentários:

Enviar um comentário