sábado, 24 de janeiro de 2015

Ao telefone

Quando estou bem disposta meto conversa com qualquer pessoa mesmo que não conheça. Estes dias ligaram para casa e eu atendi o telefone e passou-se a seguinte conversa:

Eu: Estou?
Do outro lado: É a D. X.
Eu: Não, é a filha.
Do outro lado: Aiii...
Eu: Dói-lhe alguma coisa? (passo o telefone à minha mãe).
Do outro lado: Ahahahahah...


Sem comentários:

Enviar um comentário